Posts Tagged ‘TheCure’

Estava sentada com meu gato no colo [Pucco está velho – eu to velha, nosso corpo sente] lembrando da frase de “The Hours”, quando Leonard está lendo a carta de despedida de Virginia e que ela diz que acredita que ninguém possa ter sido mais feliz do que eles foram. Fico pensando nestes momentos em que tomamos consciência da felicidade e de que não poderemos ser mais felizes do que naquele exato momento. Ao mesmo tempo, desta súbita consciência, o desejo maluco de tentar aproveitar ao máximo aquele momento, mas se preocupar tanto em aproveitar ao máximo, da maneira correta, que se esquece de simplesmente aproveitar. Isto é a ansiedade que me assola diariamente. Hoje acordei melancólica, ouvindo meus discos de vinil do The Cure, em ordem e lados aleatórios. Já revi minhas lembranças em postcards, cartões de embarque, catálogos, dos meus dias europeus. Já bateu uma puta saudade da minha primeira impressão física de Manchester, ainda dentro do ônibus, chegando na estação. Das ruas, da arquitetura de fábrica. “We all look so perfect, as we all fall down!”, ou, como disse Cartola, “o mundo é um moinho, vai torturar teus sonhos, tão mesquinho, vai reduzir as ilusões a pó!”.

E a imagem para ilustrar o post é externa do Banhoof Zoo, que minha lembrança do dia da foto e de minha exploração por la retomam sentimentos extremamente melancólicos.

[banhoof zoo] Luceni Hellebrandt (21 – dez – 2014)

Se eu fizesse uma lista das coisas que me influenciaram, certamente este show estaria nela.

Na década de 90 – enquanto eu tentava lidar com as primeiras armadilhas da adolescência – existia na minha cidade natal uma videolocadora especializada em música. Entre os CDs e VHS disponíveis na Alphaveloca, este VHS certamente foi o que eu mais loquei (até conseguir um VCR emprestado e fazer uma “cópia não autorizada”).

E foi assim que eu me apaixonei pela atmosfera dark…

Assista: The Cure: In Orange – gravado no antigo teatro romano da província de Orange – França, em 9 de agosto de 1986.

(postagem original com o link do vídeo: Post-Punk.com)